radio logo
ao vivo
Rádio UFRJ

Informação & Conhecimento

Voluntários dão lição de solidariedade nas enchentes do Sul

População ajuda a organizar abrigos, que receberam centenas de milhares de pessoas desalojadas pelas chuvas. A estudante de Engenharia da PUCRS Júlia Porto Duha conta como o trabalho foi estruturado, de forma complementar ao das autoridades.

Reportagem: Manuela Menezes
Edição: Isabella Carvalho

OUVIR

Escolas de samba e de cidadania

Projetos sociais e comunitários se multiplicam, mostrando que o carnaval vai muito além dos desfiles na Sapucaí e traz impactos positivos para comunidades do Rio. Conversamos com Rayane Sant’anna, atleta profissional de basquete do Praia Clube Uberlândia, que cresceu e se profissionalizou pelo Projeto Social da Mangueira. Também ouvimos Matheus Oliverio, que dá aulas de mestre-sala e porta-bandeira para crianças e adolescentes.

Reportagem: Maria Rita Nader
Edição: Isabella Carvalho

OUVIR

Sessão especial para escolas no Theatro Municipal do Rio

Apresentação do balé O Lago dos Cisnes voltada para estudantes será na próxima terça-feira, dia 21, às 14h. Professores, coordenadores de cursos ou diretores de unidades municipais e estaduais podem inscrever turmas. Saiba como participar.

Reportagem: Rebeca Melo
Edição: Ludmilla Maia

OUVIR

Conheça a história de Beatriz Nascimento, homenageada na FLUP 2024

A historiadora e poetisa é destaque na Festa Literária das Periferias, que teve aquecimento no último sábado, 11 de maio, com participação da escritora Conceição Evaristo e da historiadora Helena Theodoro. Ouvimos o geógrafo e antropólogo Alex Ratts e o professor da Escola de Comunicação da UFRJ Vinicios Ribeiro sobre a importância da autora, doutora honoris causa pela UFRJ e que, morta de forma brutal em 1995, vem tendo sua memória resgatada.

Reportagem: Mariana Costa e João Vitor Prudente, com colaboração de Patrícia da Veiga.
Edição: João Vitor Prudente.

OUVIR

Estudantes coletam doações para vítimas de tragédia climática

Diretórios centrais das universidades federais do Rio Grande do Sul e do Rio de Janeiro juntam esforços para arrecadar água, itens de higiene, comida e outros donativos para milhares de gaúchos desalojados e desabrigados pelas chuvas de maio. Ouça o depoimento de Daniel Oliveira, do DCE da UFRGS, e saiba como ajudar. Doações podem ser feitas pelo e-mail e chave Pix: pixdceufrgs@gmail.com.

Reportagem: Giulia Nogueira
Edição: Gabrielle Jung

OUVIR

Rede de professores e estudantes de Jornalismo se mobiliza contra desinformação no RS

Iniciativa da Associação Brasileira de Ensino de Jornalismo (Abej) foi tomada após fake news prejudicarem ações das autoridades para socorrer gaúchos. O professor Guilherme Carvalho, vice-presidente da entidade, explica como é possível participar. Outras informações podem ser conferidas na página https://www.agenciareune.com/.

Reportagem: Caio Maués
Edição: Gabrielle Jung

OUVIR

Voluntários dão lição de solidariedade nas enchentes do Sul

População ajuda a organizar abrigos, que receberam centenas de milhares de pessoas desalojadas pelas chuvas. A estudante de Engenharia da PUCRS Júlia Porto Duha conta como o trabalho foi estruturado, de forma complementar ao das autoridades.

Reportagem: Manuela Menezes
Edição: Isabella Carvalho

OUVIR

Escolas de samba e de cidadania

Projetos sociais e comunitários se multiplicam, mostrando que o carnaval vai muito além dos desfiles na Sapucaí e traz impactos positivos para comunidades do Rio. Conversamos com Rayane Sant’anna, atleta profissional de basquete do Praia Clube Uberlândia, que cresceu e se profissionalizou pelo Projeto Social da Mangueira. Também ouvimos Matheus Oliverio, que dá aulas de mestre-sala e porta-bandeira para crianças e adolescentes.

Reportagem: Maria Rita Nader
Edição: Isabella Carvalho

OUVIR

Reportagens produzidas pela Rádio UFRJ, emissora educativa vinculada ao Núcleo de Rádio e TV da Universidade Federal do Rio de Janeiro. A reprodução é livre mediante crédito.

[Saiba+]

Ondas de Ódio é uma série de podcasts para você entender o papel que a televisão teve – e tem – na ascensão da extrema direita e na normalização do discurso de ódio no Brasil. Para além do inegável protagonismo das redes sociais, queremos compreender como o meio de comunicação mais popular do país contribuiu para a crise atual da nossa democracia. Vamos tratar da histórica convergência de valores e interesses entre políticos e donos de emissoras, programas jornalísticos populares e de entretenimento, apresentadores e comentaristas da TV aberta. Nossa escuta não se restringe aos fatos recentes e que culminaram em mais uma tentativa de golpe. Voltaremos no tempo, abordando desde as raízes clientelistas do nosso sistema midiático até o processo de formação da nossa sociedade, marcado por desigualdades e violências estruturantes, para desvendar os entrelaçamentos atuais entre discurso de ódio, mídia e política. Essa é uma série que apresenta os primeiros resultados da pesquisa de doutorado “Discurso de ódio na TV: a legitimação da retórica bolsonarista através do ataque à dignidade humana, às instituições e à democracia”, desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura da Escola de Comunicação da UFRJ por Rosangela Fernandes, coordenadora do CRIAR Brasil, e coorientada pelo professor da UFJF João Paulo Malerba, ambos narradores, roteiristas e idealizadores da série. Ondas de Ódio é uma série original do PodCRIAR, podcasts do CRIAR Brasil. O CRIAR Brasil é realizador do projeto que tem o apoio da Fundação Heinrich Böll Rio de Janeiro. A pesquisa é de Priscila Maia, a edição de áudio de Douglas Vieira. As gravações foram feitas no estúdio do CRIAR Brasil e a identidade visual é de Alexandre Bersot. O site foi desenvolvido por João Soares e Tanara Vieira. A coordenação do projeto foi de Marcia Vales. O programa foi aprovado na quinta chamada pública de seleção e veiculação de conteúdo da Rádio UFRJ.

[Saiba+]

Quer ficar por dentro do som que rola nos palcos cariocas? Então, chega junto! O boletim Sonar Rio traz a agenda semanal de shows, com destaque para o circuito independente, além de coberturas exclusivas e um bate-bola com quem está fazendo a cena musical na Cidade Maravilhosa.

[Saiba+]

Reportagens de divulgação científica e tecnológica produzidas por estudantes de Comunicação em parceria com o Núcleo de Rádio e TV da UFRJ, fomentando a circulação do conhecimento produzido no âmbito da universidade. A reprodução é livre mediante crédito.

[Saiba+]

Troca de ideias com artistas e pensadores que estão na linha de frente da inovação e da experimentação. Uma produção da Rádio UFRJ, no ar às segundas-feiras, às 21h, ou a qualquer momento na sua plataforma preferida.

[Saiba+]

O Comunica Extensão é um programa da Pró-Reitoria de Extensão da UFRJ que traz informação e entrevistas, promovendo debates entre nossas ações extensionistas e conectando a cidade e o Estado do Rio de Janeiro ao seu circuito cultural, formativo e econômico. Ouça na #RádioUFRJ às terças, às 10h, com reapresentação às 15h.

[Saiba+]

O Papo Desinformante é uma produção do *desinformante com a Realejo Filmes. Uma conversa semanal sobre desinformação e seus impactos na sociedade, com apresentação de saídas possíveis para o problema.

[Saiba+]

Produzido e apresentado por Marcelo Brissac, tem como tema a poesia sonora, bem como a poesia concreta. Parte do material vem do acervo da Fondazione Bonotto e outra parcela é de arquivo pessoal. A série traz repertório raro de artistas de vários países, como Tomomi Adachi, Zuzana Husárová, Augusto de Campos, Jaap Blonk, Anne le Troter, Gerhard Rühm, Décio Pignatari, Henri Chopin e Haroldo de Campos, e abre espaço, também, para os novos autores do Brasil e do mundo. Toda quinta, às 22h, na Rádio UFRJ.

[Saiba+]

O Observatório das Metrópoles, vinculado ao Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR/UFRJ), apresenta o seu Boletim Semanal com notícias sobre a vida nas cidades, como habitação, mobilidade, economia e meio ambiente. Vamos refletir juntos sobre os desafios metropolitanos colocados ao desenvolvimento nacional? Toda quinta-feira, às 10h, com reapresentação às 15h, na Rádio UFRJ e na sua plataforma de podcasting preferida.

[Saiba+]

Programa produzido pela Rádio Batuta com a missão de pescar pérolas pouco conhecidas do acervo musical do Instituto Moreira Salles (IMS), voltado principalmente para discos em 78 rotações. A seleção dos fonogramas é do jornalista Joaquim Ferreira dos Santos. O acervo está disponível no site discografiabrasileira.com.br.

[Saiba+]

Programa desenvolvido em projeto de extensão do Laboratório de Estudos em Atenção Primária da Faculdade de Medicina da UFRJ que traz outra perspectiva sobre o Sistema Único de Saúde (SUS), alvo de narrativas enganosas de interesses contrários ao acesso universal e gratuito à saúde pública. Todas as terças, ao meio-dia, com reprise às 17h, na Rádio UFRJ.

[Saiba+]

O melhor da produção radiofônica dos estudantes de Jornalismo e de Radialismo da Escola de Comunicação da UFRJ, nas atividades práticas de disciplinas como "Radiojornalismo" e "Produção Radiofônica". Os conteúdos vão ao ar em horários variados na Rádio UFRJ. Importante: devido à pandemia de Covid-19 e aos riscos sanitários da utilização de estúdio, todo o material foi produzido com equipamentos caseiros.

[Saiba+]

O programa quer revelar o que há de melhor na música independente do Brasil. A cada quinze dias, um artista ou grupo é entrevistado e a conversa aponta os caminhos da criação, as escolhas na condução das carreiras, as influências e conexões entre o fazer dos músicos. Carlos Eduardo Lima (celulapop.com.br) e Ricardo Benevides conduzem o papo e comentam as canções em destaque. Ficha Técnica Curadoria e apresentação: Carlos Eduardo Lima e Ricardo Benevides Produção: AudioLab – Laboratório de Áudio da Faculdade de Comunicação Social da Uerj Produção executiva: Gisele Sobral Edição e trabalhos técnicos: Leonardo Pereira Locução: Hannah Jacques Canção tema de abertura: Ricardo Benevides e Vitor Mourão Arte e design: André Flauzino Apoio: portal Célula Pop

[Saiba+]

Ciência, inovação e tecnologia desenvolvidas pelo Centro de Tecnologia (CT) da Universidade Federal do Rio de Janeiro. O Tecnoversas apresenta as pesquisas e os projetos elaborados pelas cinco unidades do CT: Escola Politécnica, Escola de Química, Coppe, Instituto de Macromoléculas e Núcleo Interdisciplinar de Desenvolvimento Social (Nides). O programa vai ao ar pela Rádio UFRJ a cada duas semanas, sempre às quintas-feiras, às 10h, com reapresentação às 15h. Ficha Técnica: Produção: Decania do Centro de Tecnologia e Laboratório de Produção Multimídia (LPM/Coppe). Locução e Edição: Gabriel Savelli.

[Saiba+]

Programa de divulgação científica, produzido pela professora Mariana Guenther, do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Pernambuco. A cada episódio, um bate-papo leve e descontraído com pesquisadores das diversas áreas do conhecimento, incluindo temas como vocações, descobertas, curiosidades, alegrias e os desafios da vida do cientista.

[Saiba+]

Chá de Fita, psicodelia e música maldita! O programa Chá de Fita traz uma proposta de psicodelia expandida, apresentando músicas inusitadas com o propósito de “abrir a mente” do ouvinte para novas possibilidades estéticas e políticas, sem deixar de trazer, como pano de fundo, questões sociais importantes de nosso tempo, levando em consideração que a música sempre foi uma das formas de se criticar o poder instituído ao longo da história humana – e, em especial, as músicas psicodélicas, que nasceram na década de 1960 e acompanharam as novas demandas levantadas pelo maio de 1968. Músicas diferentes do padrão comercial da indústria fonográfica, canções desconhecidas, lados B e lados Z, bootlegs, gravações “perdidas”, ritmos marginais, artistas excêntricos, canções “cafonas” que a história oficial invisibilizou, música estranha do mundo de qualquer época: tudo isso você ouve no programa Chá de Fita, sempre com bom humor e consciência de classe. Aqui você só escuta o que você só escuta aqui! Chá de Fita, o programa que desprograma!

[Saiba+]

Reportagens produzidas pela Rádio UFRJ, emissora educativa vinculada ao Núcleo de Rádio e TV da Universidade Federal do Rio de Janeiro. A reprodução é livre mediante crédito.

[Saiba+]

Ondas de Ódio é uma série de podcasts para você entender o papel que a televisão teve – e tem – na ascensão da extrema direita e na normalização do discurso de ódio no Brasil. Para além do inegável protagonismo das redes sociais, queremos compreender como o meio de comunicação mais popular do país contribuiu para a crise atual da nossa democracia. Vamos tratar da histórica convergência de valores e interesses entre políticos e donos de emissoras, programas jornalísticos populares e de entretenimento, apresentadores e comentaristas da TV aberta. Nossa escuta não se restringe aos fatos recentes e que culminaram em mais uma tentativa de golpe. Voltaremos no tempo, abordando desde as raízes clientelistas do nosso sistema midiático até o processo de formação da nossa sociedade, marcado por desigualdades e violências estruturantes, para desvendar os entrelaçamentos atuais entre discurso de ódio, mídia e política. Essa é uma série que apresenta os primeiros resultados da pesquisa de doutorado “Discurso de ódio na TV: a legitimação da retórica bolsonarista através do ataque à dignidade humana, às instituições e à democracia”, desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura da Escola de Comunicação da UFRJ por Rosangela Fernandes, coordenadora do CRIAR Brasil, e coorientada pelo professor da UFJF João Paulo Malerba, ambos narradores, roteiristas e idealizadores da série. Ondas de Ódio é uma série original do PodCRIAR, podcasts do CRIAR Brasil. O CRIAR Brasil é realizador do projeto que tem o apoio da Fundação Heinrich Böll Rio de Janeiro. A pesquisa é de Priscila Maia, a edição de áudio de Douglas Vieira. As gravações foram feitas no estúdio do CRIAR Brasil e a identidade visual é de Alexandre Bersot. O site foi desenvolvido por João Soares e Tanara Vieira. A coordenação do projeto foi de Marcia Vales. O programa foi aprovado na quinta chamada pública de seleção e veiculação de conteúdo da Rádio UFRJ.

[Saiba+]

Quer ficar por dentro do som que rola nos palcos cariocas? Então, chega junto! O boletim Sonar Rio traz a agenda semanal de shows, com destaque para o circuito independente, além de coberturas exclusivas e um bate-bola com quem está fazendo a cena musical na Cidade Maravilhosa.

[Saiba+]

Reportagens de divulgação científica e tecnológica produzidas por estudantes de Comunicação em parceria com o Núcleo de Rádio e TV da UFRJ, fomentando a circulação do conhecimento produzido no âmbito da universidade. A reprodução é livre mediante crédito.

[Saiba+]

Troca de ideias com artistas e pensadores que estão na linha de frente da inovação e da experimentação. Uma produção da Rádio UFRJ, no ar às segundas-feiras, às 21h, ou a qualquer momento na sua plataforma preferida.

[Saiba+]

O Comunica Extensão é um programa da Pró-Reitoria de Extensão da UFRJ que traz informação e entrevistas, promovendo debates entre nossas ações extensionistas e conectando a cidade e o Estado do Rio de Janeiro ao seu circuito cultural, formativo e econômico. Ouça na #RádioUFRJ às terças, às 10h, com reapresentação às 15h.

[Saiba+]

O Papo Desinformante é uma produção do *desinformante com a Realejo Filmes. Uma conversa semanal sobre desinformação e seus impactos na sociedade, com apresentação de saídas possíveis para o problema.

[Saiba+]

Produzido e apresentado por Marcelo Brissac, tem como tema a poesia sonora, bem como a poesia concreta. Parte do material vem do acervo da Fondazione Bonotto e outra parcela é de arquivo pessoal. A série traz repertório raro de artistas de vários países, como Tomomi Adachi, Zuzana Husárová, Augusto de Campos, Jaap Blonk, Anne le Troter, Gerhard Rühm, Décio Pignatari, Henri Chopin e Haroldo de Campos, e abre espaço, também, para os novos autores do Brasil e do mundo. Toda quinta, às 22h, na Rádio UFRJ.

[Saiba+]

O Observatório das Metrópoles, vinculado ao Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR/UFRJ), apresenta o seu Boletim Semanal com notícias sobre a vida nas cidades, como habitação, mobilidade, economia e meio ambiente. Vamos refletir juntos sobre os desafios metropolitanos colocados ao desenvolvimento nacional? Toda quinta-feira, às 10h, com reapresentação às 15h, na Rádio UFRJ e na sua plataforma de podcasting preferida.

[Saiba+]

Programa produzido pela Rádio Batuta com a missão de pescar pérolas pouco conhecidas do acervo musical do Instituto Moreira Salles (IMS), voltado principalmente para discos em 78 rotações. A seleção dos fonogramas é do jornalista Joaquim Ferreira dos Santos. O acervo está disponível no site discografiabrasileira.com.br.

[Saiba+]

Programa desenvolvido em projeto de extensão do Laboratório de Estudos em Atenção Primária da Faculdade de Medicina da UFRJ que traz outra perspectiva sobre o Sistema Único de Saúde (SUS), alvo de narrativas enganosas de interesses contrários ao acesso universal e gratuito à saúde pública. Todas as terças, ao meio-dia, com reprise às 17h, na Rádio UFRJ.

[Saiba+]

O melhor da produção radiofônica dos estudantes de Jornalismo e de Radialismo da Escola de Comunicação da UFRJ, nas atividades práticas de disciplinas como "Radiojornalismo" e "Produção Radiofônica". Os conteúdos vão ao ar em horários variados na Rádio UFRJ. Importante: devido à pandemia de Covid-19 e aos riscos sanitários da utilização de estúdio, todo o material foi produzido com equipamentos caseiros.

[Saiba+]

O programa quer revelar o que há de melhor na música independente do Brasil. A cada quinze dias, um artista ou grupo é entrevistado e a conversa aponta os caminhos da criação, as escolhas na condução das carreiras, as influências e conexões entre o fazer dos músicos. Carlos Eduardo Lima (celulapop.com.br) e Ricardo Benevides conduzem o papo e comentam as canções em destaque. Ficha Técnica Curadoria e apresentação: Carlos Eduardo Lima e Ricardo Benevides Produção: AudioLab – Laboratório de Áudio da Faculdade de Comunicação Social da Uerj Produção executiva: Gisele Sobral Edição e trabalhos técnicos: Leonardo Pereira Locução: Hannah Jacques Canção tema de abertura: Ricardo Benevides e Vitor Mourão Arte e design: André Flauzino Apoio: portal Célula Pop

[Saiba+]

Ciência, inovação e tecnologia desenvolvidas pelo Centro de Tecnologia (CT) da Universidade Federal do Rio de Janeiro. O Tecnoversas apresenta as pesquisas e os projetos elaborados pelas cinco unidades do CT: Escola Politécnica, Escola de Química, Coppe, Instituto de Macromoléculas e Núcleo Interdisciplinar de Desenvolvimento Social (Nides). O programa vai ao ar pela Rádio UFRJ a cada duas semanas, sempre às quintas-feiras, às 10h, com reapresentação às 15h. Ficha Técnica: Produção: Decania do Centro de Tecnologia e Laboratório de Produção Multimídia (LPM/Coppe). Locução e Edição: Gabriel Savelli.

[Saiba+]

Programa de divulgação científica, produzido pela professora Mariana Guenther, do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Pernambuco. A cada episódio, um bate-papo leve e descontraído com pesquisadores das diversas áreas do conhecimento, incluindo temas como vocações, descobertas, curiosidades, alegrias e os desafios da vida do cientista.

[Saiba+]

Chá de Fita, psicodelia e música maldita! O programa Chá de Fita traz uma proposta de psicodelia expandida, apresentando músicas inusitadas com o propósito de “abrir a mente” do ouvinte para novas possibilidades estéticas e políticas, sem deixar de trazer, como pano de fundo, questões sociais importantes de nosso tempo, levando em consideração que a música sempre foi uma das formas de se criticar o poder instituído ao longo da história humana – e, em especial, as músicas psicodélicas, que nasceram na década de 1960 e acompanharam as novas demandas levantadas pelo maio de 1968. Músicas diferentes do padrão comercial da indústria fonográfica, canções desconhecidas, lados B e lados Z, bootlegs, gravações “perdidas”, ritmos marginais, artistas excêntricos, canções “cafonas” que a história oficial invisibilizou, música estranha do mundo de qualquer época: tudo isso você ouve no programa Chá de Fita, sempre com bom humor e consciência de classe. Aqui você só escuta o que você só escuta aqui! Chá de Fita, o programa que desprograma!

[Saiba+]

Reportagens produzidas pela Rádio UFRJ, emissora educativa vinculada ao Núcleo de Rádio e TV da Universidade Federal do Rio de Janeiro. A reprodução é livre mediante crédito.

[Saiba+]

Ondas de Ódio é uma série de podcasts para você entender o papel que a televisão teve – e tem – na ascensão da extrema direita e na normalização do discurso de ódio no Brasil. Para além do inegável protagonismo das redes sociais, queremos compreender como o meio de comunicação mais popular do país contribuiu para a crise atual da nossa democracia. Vamos tratar da histórica convergência de valores e interesses entre políticos e donos de emissoras, programas jornalísticos populares e de entretenimento, apresentadores e comentaristas da TV aberta. Nossa escuta não se restringe aos fatos recentes e que culminaram em mais uma tentativa de golpe. Voltaremos no tempo, abordando desde as raízes clientelistas do nosso sistema midiático até o processo de formação da nossa sociedade, marcado por desigualdades e violências estruturantes, para desvendar os entrelaçamentos atuais entre discurso de ódio, mídia e política. Essa é uma série que apresenta os primeiros resultados da pesquisa de doutorado “Discurso de ódio na TV: a legitimação da retórica bolsonarista através do ataque à dignidade humana, às instituições e à democracia”, desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura da Escola de Comunicação da UFRJ por Rosangela Fernandes, coordenadora do CRIAR Brasil, e coorientada pelo professor da UFJF João Paulo Malerba, ambos narradores, roteiristas e idealizadores da série. Ondas de Ódio é uma série original do PodCRIAR, podcasts do CRIAR Brasil. O CRIAR Brasil é realizador do projeto que tem o apoio da Fundação Heinrich Böll Rio de Janeiro. A pesquisa é de Priscila Maia, a edição de áudio de Douglas Vieira. As gravações foram feitas no estúdio do CRIAR Brasil e a identidade visual é de Alexandre Bersot. O site foi desenvolvido por João Soares e Tanara Vieira. A coordenação do projeto foi de Marcia Vales. O programa foi aprovado na quinta chamada pública de seleção e veiculação de conteúdo da Rádio UFRJ.

[Saiba+]

Quer ficar por dentro do som que rola nos palcos cariocas? Então, chega junto! O boletim Sonar Rio traz a agenda semanal de shows, com destaque para o circuito independente, além de coberturas exclusivas e um bate-bola com quem está fazendo a cena musical na Cidade Maravilhosa.

[Saiba+]

Reportagens de divulgação científica e tecnológica produzidas por estudantes de Comunicação em parceria com o Núcleo de Rádio e TV da UFRJ, fomentando a circulação do conhecimento produzido no âmbito da universidade. A reprodução é livre mediante crédito.

[Saiba+]

Troca de ideias com artistas e pensadores que estão na linha de frente da inovação e da experimentação. Uma produção da Rádio UFRJ, no ar às segundas-feiras, às 21h, ou a qualquer momento na sua plataforma preferida.

[Saiba+]

O Comunica Extensão é um programa da Pró-Reitoria de Extensão da UFRJ que traz informação e entrevistas, promovendo debates entre nossas ações extensionistas e conectando a cidade e o Estado do Rio de Janeiro ao seu circuito cultural, formativo e econômico. Ouça na #RádioUFRJ às terças, às 10h, com reapresentação às 15h.

[Saiba+]

O Papo Desinformante é uma produção do *desinformante com a Realejo Filmes. Uma conversa semanal sobre desinformação e seus impactos na sociedade, com apresentação de saídas possíveis para o problema.

[Saiba+]

Produzido e apresentado por Marcelo Brissac, tem como tema a poesia sonora, bem como a poesia concreta. Parte do material vem do acervo da Fondazione Bonotto e outra parcela é de arquivo pessoal. A série traz repertório raro de artistas de vários países, como Tomomi Adachi, Zuzana Husárová, Augusto de Campos, Jaap Blonk, Anne le Troter, Gerhard Rühm, Décio Pignatari, Henri Chopin e Haroldo de Campos, e abre espaço, também, para os novos autores do Brasil e do mundo. Toda quinta, às 22h, na Rádio UFRJ.

[Saiba+]

O Observatório das Metrópoles, vinculado ao Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR/UFRJ), apresenta o seu Boletim Semanal com notícias sobre a vida nas cidades, como habitação, mobilidade, economia e meio ambiente. Vamos refletir juntos sobre os desafios metropolitanos colocados ao desenvolvimento nacional? Toda quinta-feira, às 10h, com reapresentação às 15h, na Rádio UFRJ e na sua plataforma de podcasting preferida.

[Saiba+]

Programa produzido pela Rádio Batuta com a missão de pescar pérolas pouco conhecidas do acervo musical do Instituto Moreira Salles (IMS), voltado principalmente para discos em 78 rotações. A seleção dos fonogramas é do jornalista Joaquim Ferreira dos Santos. O acervo está disponível no site discografiabrasileira.com.br.

[Saiba+]

Programa desenvolvido em projeto de extensão do Laboratório de Estudos em Atenção Primária da Faculdade de Medicina da UFRJ que traz outra perspectiva sobre o Sistema Único de Saúde (SUS), alvo de narrativas enganosas de interesses contrários ao acesso universal e gratuito à saúde pública. Todas as terças, ao meio-dia, com reprise às 17h, na Rádio UFRJ.

[Saiba+]

O melhor da produção radiofônica dos estudantes de Jornalismo e de Radialismo da Escola de Comunicação da UFRJ, nas atividades práticas de disciplinas como "Radiojornalismo" e "Produção Radiofônica". Os conteúdos vão ao ar em horários variados na Rádio UFRJ. Importante: devido à pandemia de Covid-19 e aos riscos sanitários da utilização de estúdio, todo o material foi produzido com equipamentos caseiros.

[Saiba+]

O programa quer revelar o que há de melhor na música independente do Brasil. A cada quinze dias, um artista ou grupo é entrevistado e a conversa aponta os caminhos da criação, as escolhas na condução das carreiras, as influências e conexões entre o fazer dos músicos. Carlos Eduardo Lima (celulapop.com.br) e Ricardo Benevides conduzem o papo e comentam as canções em destaque. Ficha Técnica Curadoria e apresentação: Carlos Eduardo Lima e Ricardo Benevides Produção: AudioLab – Laboratório de Áudio da Faculdade de Comunicação Social da Uerj Produção executiva: Gisele Sobral Edição e trabalhos técnicos: Leonardo Pereira Locução: Hannah Jacques Canção tema de abertura: Ricardo Benevides e Vitor Mourão Arte e design: André Flauzino Apoio: portal Célula Pop

[Saiba+]

Ciência, inovação e tecnologia desenvolvidas pelo Centro de Tecnologia (CT) da Universidade Federal do Rio de Janeiro. O Tecnoversas apresenta as pesquisas e os projetos elaborados pelas cinco unidades do CT: Escola Politécnica, Escola de Química, Coppe, Instituto de Macromoléculas e Núcleo Interdisciplinar de Desenvolvimento Social (Nides). O programa vai ao ar pela Rádio UFRJ a cada duas semanas, sempre às quintas-feiras, às 10h, com reapresentação às 15h. Ficha Técnica: Produção: Decania do Centro de Tecnologia e Laboratório de Produção Multimídia (LPM/Coppe). Locução e Edição: Gabriel Savelli.

[Saiba+]

Programa de divulgação científica, produzido pela professora Mariana Guenther, do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Pernambuco. A cada episódio, um bate-papo leve e descontraído com pesquisadores das diversas áreas do conhecimento, incluindo temas como vocações, descobertas, curiosidades, alegrias e os desafios da vida do cientista.

[Saiba+]

Chá de Fita, psicodelia e música maldita! O programa Chá de Fita traz uma proposta de psicodelia expandida, apresentando músicas inusitadas com o propósito de “abrir a mente” do ouvinte para novas possibilidades estéticas e políticas, sem deixar de trazer, como pano de fundo, questões sociais importantes de nosso tempo, levando em consideração que a música sempre foi uma das formas de se criticar o poder instituído ao longo da história humana – e, em especial, as músicas psicodélicas, que nasceram na década de 1960 e acompanharam as novas demandas levantadas pelo maio de 1968. Músicas diferentes do padrão comercial da indústria fonográfica, canções desconhecidas, lados B e lados Z, bootlegs, gravações “perdidas”, ritmos marginais, artistas excêntricos, canções “cafonas” que a história oficial invisibilizou, música estranha do mundo de qualquer época: tudo isso você ouve no programa Chá de Fita, sempre com bom humor e consciência de classe. Aqui você só escuta o que você só escuta aqui! Chá de Fita, o programa que desprograma!

[Saiba+]