radio logo
ao vivo
Rádio UFRJ

Informação & Conhecimento

Saúde pública e cidadania em debate na Casa da Ciência

Vinculada ao Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ, a Casa da Ciência inaugura neste sábado, 24 de setembro, a exposição "Pelos caminhos do SUS". O objetivo é contar a história deste que é o maior sistema público de saúde do mundo. Às 16h30, tem exibição gratuita do documentário "A saúde tem cura", com a presença do diretor, Silvio Tendler. A mostra fica aberta aos visitantes até o dia 6 de novembro.

Edição: Thiago Kropf
Reportagem: Júlia Mendes

OUVIR

Ouvidoria da UFRJ realiza palestra sobre assédio moral e violência sexual

Como reconhecer e denunciar situações de violência no ambiente de trabalho? Este é o mote do evento que ocorre nesta quinta-feira, 29 de setembro, às 14h, no auditório Rodolpho Paulo Rocco do Centro de Ciências da Saúde (CCS) - o Quinhentão. Toda a comunidade universitária está convidada. Haverá transmissão pelo canal do YouTube da Faculdade de Odontologia da UFRJ: https://www.youtube.com/watch?v=VHddh3m5gl4

Edição: Thiago Kropf
Reportagem: Davi Maia

OUVIR

Torcidas organizadas lutam para retornar aos estádios

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou o PL 6.118/22, que concede anistia às torcidas organizadas banidas dos estádios e garante a criação do Conselho Estadual dos Torcedores do Rio de Janeiro. Representantes das torcidas lutam contra a criminalização e esperam o retorno aos estádios.

Edição: Thiago Kropf
Reportagem: Letícia Pires

OUVIR

Infraestrutura do Edifício Jorge Machado Moreira volta a prejudicar estudantes

O início do semestre letivo foi marcado por incertezas para os alunos da Escola de Belas Artes (EBA) e da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Devido a problemas com os contratos de limpeza e manutenção dos elevadores e à falta de água no prédio, as unidades suspenderam as aulas entre os dias 14 e 19 de setembro.

Edição: Thiago Kropf
Reportagem: Luã Souza

OUVIR

A luta para manter a tradição no dia de Cosme e Damião

27 de setembro marca a celebração dos santos gêmeos, associados tanto ao catolicismo quanto às religiões de matrizes africanas. A data faz emergir afetos e memórias entre crianças e adultos que participam da distribuição de doces, mas manter a tradição não é tarefa fácil. Falou com a nossa reportagem a pesquisadora Renata Menezes, do Museu Nacional, que desde 2013 estuda a festa na cidade do Rio de Janeiro. Motivada a compreender a prática religiosa vivida nas ruas e a relação com a infância, sua equipe produziu junto ao Laboratório de Antropologia do Lúdico e do Sagrado (Ludens) o livro e a exposição "Doces Santos". Para conhecer o trabalho, acesse www.ludens.museunacional.ufrj.br

Edição: Thiago Kropf
Reportagem: Isabel Côrtes

OUVIR

Cursos gratuitos de idiomas estão com inscrições abertas

O programa Idiomas sem Fronteiras (IsF), atualmente coordenado pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), está com inscrições abertas para quem quer aprender alemão, espanhol, inglês, francês, italiano e japonês. O prazo vai até às 12h da próxima segunda-feira, 26 de setembro. O edital está disponível em: https://www.andifes.org.br/?p=94268

Finalização: Thiago Kropf
Reportagem e edição: Gustavo Martins

OUVIR

Saúde pública e cidadania em debate na Casa da Ciência

Vinculada ao Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ, a Casa da Ciência inaugura neste sábado, 24 de setembro, a exposição "Pelos caminhos do SUS". O objetivo é contar a história deste que é o maior sistema público de saúde do mundo. Às 16h30, tem exibição gratuita do documentário "A saúde tem cura", com a presença do diretor, Silvio Tendler. A mostra fica aberta aos visitantes até o dia 6 de novembro.

Edição: Thiago Kropf
Reportagem: Júlia Mendes

OUVIR

Ouvidoria da UFRJ realiza palestra sobre assédio moral e violência sexual

Como reconhecer e denunciar situações de violência no ambiente de trabalho? Este é o mote do evento que ocorre nesta quinta-feira, 29 de setembro, às 14h, no auditório Rodolpho Paulo Rocco do Centro de Ciências da Saúde (CCS) - o Quinhentão. Toda a comunidade universitária está convidada. Haverá transmissão pelo canal do YouTube da Faculdade de Odontologia da UFRJ: https://www.youtube.com/watch?v=VHddh3m5gl4

Edição: Thiago Kropf
Reportagem: Davi Maia

OUVIR

"Eu e meu livro" é um programa bem curtinho em que um autor fala sobre seu próprio livro: a ideia inicial, o processo de criação, a relação com a obra. Os ouvintes vão ficar morrendo de vontade de ler!

[Saiba+]

O que conecta você à Universidade? Toda segunda-feira, a Coordenadoria de Comunicação Social da UFRJ (Coordcom) apresenta um resumo com as principais notícias da Minerva. Acesse nosso site (www.conexao.ufrj.br) e nos encontre nas redes sociais (https://linktr.ee/ufrj.oficial).

[Saiba+]

O futuro do país voto a voto: uma cobertura colaborativa das emissoras afiliadas à Rede de Rádios Universitárias do Brasil (Rubra).

[Saiba+]

Programa de divulgação científica, produzido pela professora Mariana Guenther, do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Pernambuco. A cada episódio, um bate-papo leve e descontraído com pesquisadores das diversas áreas do conhecimento, incluindo temas como vocações, descobertas, curiosidades, alegrias e os desafios da vida do cientista. Vai ao ar pela Rádio UFRJ (https://radio.ufrj.br/) sempre na primeira sexta-feira do mês, às 11h, com reprise às 16h, e reapresentação na semana seguinte.

[Saiba+]

O melhor da produção radiofônica dos estudantes de Jornalismo e de Radialismo da Escola de Comunicação da UFRJ, nas atividades práticas de disciplinas como "Radiojornalismo" e "Produção Radiofônica". Os conteúdos vão ao ar em horários variados na Rádio UFRJ. Importante: devido à pandemia de Covid-19 e aos riscos sanitários da utilização de estúdio, todo o material foi produzido com equipamentos caseiros.

[Saiba+]

Produzido e apresentado por Marcelo Brissac, tem como tema a poesia sonora, bem como a poesia concreta. Parte do material vem do acervo da Fondazione Bonotto e outra parcela é de arquivo pessoal. A série traz repertório raro de artistas de vários países, como Tomomi Adachi, Zuzana Husárová, Augusto de Campos, Jaap Blonk, Anne le Troter, Gerhard Rühm, Décio Pignatari, Henri Chopin e Haroldo de Campos, e abre espaço, também, para os novos autores do Brasil e do mundo. Toda quinta, às 22h, na Rádio UFRJ.

[Saiba+]

O Resenha.mp3 é um programa onde a gente conversa e traça um panorama sobre músicas, artistas, álbuns e tudo que se insere no universo musical. Criado por jovens graduandos da Escola de Comunicação da UFRJ nascidos entre o fim dos anos 90 e início dos anos 2000, o Resenha.mp3 é uma ode à música da nossa geração. Nele, abordamos de tudo um pouco, desde a era dos mp3 até a maré de streamings, sempre com muita informação e bom humor.

[Saiba+]

O Observatório das Metrópoles, vinculado ao Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR/UFRJ), apresenta o seu Boletim Semanal com notícias sobre a vida nas cidades, como habitação, mobilidade, economia e meio ambiente. Vamos refletir juntos sobre os desafios metropolitanos colocados ao desenvolvimento nacional? Toda quinta-feira, às 14h, com reapresentação às 19h, na Rádio UFRJ e na sua plataforma de podcasting preferida.

[Saiba+]

Podcast de entrevistas com pessoas que lutam por diferentes direitos humanos no Brasil. Uma realização do Departamento de Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande de Norte (UFRN), com recursos da Pró-Reitoria de Extensão.

[Saiba+]

Reportagens produzidas pela Rádio UFRJ, emissora educativa vinculada ao Núcleo de Rádio e TV da Universidade Federal do Rio de Janeiro. A reprodução é livre mediante crédito.

[Saiba+]

Quer ficar por dentro do som que rola nos palcos cariocas? Então, chega junto! O boletim Sonar Rio traz a agenda semanal de shows, com destaque para o circuito independente, além de coberturas exclusivas e um bate-bola com quem está fazendo a cena musical na Cidade Maravilhosa.

[Saiba+]

Um mergulho no colorido universo da música sul-americana, no mais claro portunhol. Ultrasonidos é um programa especializado em música sul-americana (Chile, Colômbia, Argentina, Equador, Uruguai etc.). Cada edição traz artistas que unem o rock, o hip-hop e as inúmeras vertentes da eletrônica com ritmos tradicionais como a cumbia e a salsa, criando sons variados e inovadores. O programa tem o nome do festival, surgido em 2019, no Rio, reunindo artistas do Brasil e da América do Sul, em residências, debates e shows, e vai ao ar pela Rádio UFRJ sempre às terças-feiras, às 22h.

[Saiba+]

Programa produzido pela Rádio Batuta com a missão de pescar pérolas pouco conhecidas do acervo musical do Instituto Moreira Salles (IMS), voltado principalmente para discos em 78 rotações. A seleção dos fonogramas é do jornalista Joaquim Ferreira dos Santos. O acervo está disponível no site discografiabrasileira.com.br.

[Saiba+]

Programa desenvolvido em projeto de extensão do Laboratório de Estudos em Atenção Primária da Faculdade de Medicina da UFRJ que traz outra perspectiva sobre o Sistema Único de Saúde (SUS), alvo de narrativas enganosas de interesses contrários ao acesso universal e gratuito à saúde pública. Todas as terças, ao meio-dia, com reprise às 17h, na Rádio UFRJ.

[Saiba+]

Troca de ideias com artistas e pensadores que estão na linha de frente da inovação e da experimentação. Uma produção da Rádio UFRJ, no ar às segundas-feiras, às 21h, ou a qualquer momento na sua plataforma preferida.

[Saiba+]

Chá de Fita, psicodelia e música maldita! O programa Chá de Fita traz uma proposta de psicodelia expandida, apresentando músicas inusitadas com o propósito de “abrir a mente” do ouvinte para novas possibilidades estéticas e políticas, sem deixar de trazer, como pano de fundo, questões sociais importantes de nosso tempo, levando em consideração que a música sempre foi uma das formas de se criticar o poder instituído ao longo da história humana – e, em especial, as músicas psicodélicas, que nasceram na década de 1960 e acompanharam as novas demandas levantadas pelo maio de 1968. Músicas diferentes do padrão comercial da indústria fonográfica, canções desconhecidas, lados B e lados Z, bootlegs, gravações “perdidas”, ritmos marginais, artistas excêntricos, canções “cafonas” que a história oficial invisibilizou, música estranha do mundo de qualquer época: tudo isso você ouve no programa Chá de Fita, sempre com bom humor e consciência de classe. Aqui você só escuta o que você só escuta aqui! Chá de Fita, o programa que desprograma!

[Saiba+]

"Eu e meu livro" é um programa bem curtinho em que um autor fala sobre seu próprio livro: a ideia inicial, o processo de criação, a relação com a obra. Os ouvintes vão ficar morrendo de vontade de ler!

[Saiba+]

O que conecta você à Universidade? Toda segunda-feira, a Coordenadoria de Comunicação Social da UFRJ (Coordcom) apresenta um resumo com as principais notícias da Minerva. Acesse nosso site (www.conexao.ufrj.br) e nos encontre nas redes sociais (https://linktr.ee/ufrj.oficial).

[Saiba+]

O futuro do país voto a voto: uma cobertura colaborativa das emissoras afiliadas à Rede de Rádios Universitárias do Brasil (Rubra).

[Saiba+]

Programa de divulgação científica, produzido pela professora Mariana Guenther, do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Pernambuco. A cada episódio, um bate-papo leve e descontraído com pesquisadores das diversas áreas do conhecimento, incluindo temas como vocações, descobertas, curiosidades, alegrias e os desafios da vida do cientista. Vai ao ar pela Rádio UFRJ (https://radio.ufrj.br/) sempre na primeira sexta-feira do mês, às 11h, com reprise às 16h, e reapresentação na semana seguinte.

[Saiba+]

O melhor da produção radiofônica dos estudantes de Jornalismo e de Radialismo da Escola de Comunicação da UFRJ, nas atividades práticas de disciplinas como "Radiojornalismo" e "Produção Radiofônica". Os conteúdos vão ao ar em horários variados na Rádio UFRJ. Importante: devido à pandemia de Covid-19 e aos riscos sanitários da utilização de estúdio, todo o material foi produzido com equipamentos caseiros.

[Saiba+]

Produzido e apresentado por Marcelo Brissac, tem como tema a poesia sonora, bem como a poesia concreta. Parte do material vem do acervo da Fondazione Bonotto e outra parcela é de arquivo pessoal. A série traz repertório raro de artistas de vários países, como Tomomi Adachi, Zuzana Husárová, Augusto de Campos, Jaap Blonk, Anne le Troter, Gerhard Rühm, Décio Pignatari, Henri Chopin e Haroldo de Campos, e abre espaço, também, para os novos autores do Brasil e do mundo. Toda quinta, às 22h, na Rádio UFRJ.

[Saiba+]

O Resenha.mp3 é um programa onde a gente conversa e traça um panorama sobre músicas, artistas, álbuns e tudo que se insere no universo musical. Criado por jovens graduandos da Escola de Comunicação da UFRJ nascidos entre o fim dos anos 90 e início dos anos 2000, o Resenha.mp3 é uma ode à música da nossa geração. Nele, abordamos de tudo um pouco, desde a era dos mp3 até a maré de streamings, sempre com muita informação e bom humor.

[Saiba+]

O Observatório das Metrópoles, vinculado ao Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR/UFRJ), apresenta o seu Boletim Semanal com notícias sobre a vida nas cidades, como habitação, mobilidade, economia e meio ambiente. Vamos refletir juntos sobre os desafios metropolitanos colocados ao desenvolvimento nacional? Toda quinta-feira, às 14h, com reapresentação às 19h, na Rádio UFRJ e na sua plataforma de podcasting preferida.

[Saiba+]

Podcast de entrevistas com pessoas que lutam por diferentes direitos humanos no Brasil. Uma realização do Departamento de Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande de Norte (UFRN), com recursos da Pró-Reitoria de Extensão.

[Saiba+]

Reportagens produzidas pela Rádio UFRJ, emissora educativa vinculada ao Núcleo de Rádio e TV da Universidade Federal do Rio de Janeiro. A reprodução é livre mediante crédito.

[Saiba+]

Quer ficar por dentro do som que rola nos palcos cariocas? Então, chega junto! O boletim Sonar Rio traz a agenda semanal de shows, com destaque para o circuito independente, além de coberturas exclusivas e um bate-bola com quem está fazendo a cena musical na Cidade Maravilhosa.

[Saiba+]

Um mergulho no colorido universo da música sul-americana, no mais claro portunhol. Ultrasonidos é um programa especializado em música sul-americana (Chile, Colômbia, Argentina, Equador, Uruguai etc.). Cada edição traz artistas que unem o rock, o hip-hop e as inúmeras vertentes da eletrônica com ritmos tradicionais como a cumbia e a salsa, criando sons variados e inovadores. O programa tem o nome do festival, surgido em 2019, no Rio, reunindo artistas do Brasil e da América do Sul, em residências, debates e shows, e vai ao ar pela Rádio UFRJ sempre às terças-feiras, às 22h.

[Saiba+]

Programa produzido pela Rádio Batuta com a missão de pescar pérolas pouco conhecidas do acervo musical do Instituto Moreira Salles (IMS), voltado principalmente para discos em 78 rotações. A seleção dos fonogramas é do jornalista Joaquim Ferreira dos Santos. O acervo está disponível no site discografiabrasileira.com.br.

[Saiba+]

Programa desenvolvido em projeto de extensão do Laboratório de Estudos em Atenção Primária da Faculdade de Medicina da UFRJ que traz outra perspectiva sobre o Sistema Único de Saúde (SUS), alvo de narrativas enganosas de interesses contrários ao acesso universal e gratuito à saúde pública. Todas as terças, ao meio-dia, com reprise às 17h, na Rádio UFRJ.

[Saiba+]

Troca de ideias com artistas e pensadores que estão na linha de frente da inovação e da experimentação. Uma produção da Rádio UFRJ, no ar às segundas-feiras, às 21h, ou a qualquer momento na sua plataforma preferida.

[Saiba+]

Chá de Fita, psicodelia e música maldita! O programa Chá de Fita traz uma proposta de psicodelia expandida, apresentando músicas inusitadas com o propósito de “abrir a mente” do ouvinte para novas possibilidades estéticas e políticas, sem deixar de trazer, como pano de fundo, questões sociais importantes de nosso tempo, levando em consideração que a música sempre foi uma das formas de se criticar o poder instituído ao longo da história humana – e, em especial, as músicas psicodélicas, que nasceram na década de 1960 e acompanharam as novas demandas levantadas pelo maio de 1968. Músicas diferentes do padrão comercial da indústria fonográfica, canções desconhecidas, lados B e lados Z, bootlegs, gravações “perdidas”, ritmos marginais, artistas excêntricos, canções “cafonas” que a história oficial invisibilizou, música estranha do mundo de qualquer época: tudo isso você ouve no programa Chá de Fita, sempre com bom humor e consciência de classe. Aqui você só escuta o que você só escuta aqui! Chá de Fita, o programa que desprograma!

[Saiba+]

"Eu e meu livro" é um programa bem curtinho em que um autor fala sobre seu próprio livro: a ideia inicial, o processo de criação, a relação com a obra. Os ouvintes vão ficar morrendo de vontade de ler!

[Saiba+]

O que conecta você à Universidade? Toda segunda-feira, a Coordenadoria de Comunicação Social da UFRJ (Coordcom) apresenta um resumo com as principais notícias da Minerva. Acesse nosso site (www.conexao.ufrj.br) e nos encontre nas redes sociais (https://linktr.ee/ufrj.oficial).

[Saiba+]

O futuro do país voto a voto: uma cobertura colaborativa das emissoras afiliadas à Rede de Rádios Universitárias do Brasil (Rubra).

[Saiba+]

Programa de divulgação científica, produzido pela professora Mariana Guenther, do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Pernambuco. A cada episódio, um bate-papo leve e descontraído com pesquisadores das diversas áreas do conhecimento, incluindo temas como vocações, descobertas, curiosidades, alegrias e os desafios da vida do cientista. Vai ao ar pela Rádio UFRJ (https://radio.ufrj.br/) sempre na primeira sexta-feira do mês, às 11h, com reprise às 16h, e reapresentação na semana seguinte.

[Saiba+]

O melhor da produção radiofônica dos estudantes de Jornalismo e de Radialismo da Escola de Comunicação da UFRJ, nas atividades práticas de disciplinas como "Radiojornalismo" e "Produção Radiofônica". Os conteúdos vão ao ar em horários variados na Rádio UFRJ. Importante: devido à pandemia de Covid-19 e aos riscos sanitários da utilização de estúdio, todo o material foi produzido com equipamentos caseiros.

[Saiba+]

Produzido e apresentado por Marcelo Brissac, tem como tema a poesia sonora, bem como a poesia concreta. Parte do material vem do acervo da Fondazione Bonotto e outra parcela é de arquivo pessoal. A série traz repertório raro de artistas de vários países, como Tomomi Adachi, Zuzana Husárová, Augusto de Campos, Jaap Blonk, Anne le Troter, Gerhard Rühm, Décio Pignatari, Henri Chopin e Haroldo de Campos, e abre espaço, também, para os novos autores do Brasil e do mundo. Toda quinta, às 22h, na Rádio UFRJ.

[Saiba+]

O Resenha.mp3 é um programa onde a gente conversa e traça um panorama sobre músicas, artistas, álbuns e tudo que se insere no universo musical. Criado por jovens graduandos da Escola de Comunicação da UFRJ nascidos entre o fim dos anos 90 e início dos anos 2000, o Resenha.mp3 é uma ode à música da nossa geração. Nele, abordamos de tudo um pouco, desde a era dos mp3 até a maré de streamings, sempre com muita informação e bom humor.

[Saiba+]

O Observatório das Metrópoles, vinculado ao Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR/UFRJ), apresenta o seu Boletim Semanal com notícias sobre a vida nas cidades, como habitação, mobilidade, economia e meio ambiente. Vamos refletir juntos sobre os desafios metropolitanos colocados ao desenvolvimento nacional? Toda quinta-feira, às 14h, com reapresentação às 19h, na Rádio UFRJ e na sua plataforma de podcasting preferida.

[Saiba+]

Podcast de entrevistas com pessoas que lutam por diferentes direitos humanos no Brasil. Uma realização do Departamento de Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande de Norte (UFRN), com recursos da Pró-Reitoria de Extensão.

[Saiba+]

Reportagens produzidas pela Rádio UFRJ, emissora educativa vinculada ao Núcleo de Rádio e TV da Universidade Federal do Rio de Janeiro. A reprodução é livre mediante crédito.

[Saiba+]

Quer ficar por dentro do som que rola nos palcos cariocas? Então, chega junto! O boletim Sonar Rio traz a agenda semanal de shows, com destaque para o circuito independente, além de coberturas exclusivas e um bate-bola com quem está fazendo a cena musical na Cidade Maravilhosa.

[Saiba+]

Um mergulho no colorido universo da música sul-americana, no mais claro portunhol. Ultrasonidos é um programa especializado em música sul-americana (Chile, Colômbia, Argentina, Equador, Uruguai etc.). Cada edição traz artistas que unem o rock, o hip-hop e as inúmeras vertentes da eletrônica com ritmos tradicionais como a cumbia e a salsa, criando sons variados e inovadores. O programa tem o nome do festival, surgido em 2019, no Rio, reunindo artistas do Brasil e da América do Sul, em residências, debates e shows, e vai ao ar pela Rádio UFRJ sempre às terças-feiras, às 22h.

[Saiba+]

Programa produzido pela Rádio Batuta com a missão de pescar pérolas pouco conhecidas do acervo musical do Instituto Moreira Salles (IMS), voltado principalmente para discos em 78 rotações. A seleção dos fonogramas é do jornalista Joaquim Ferreira dos Santos. O acervo está disponível no site discografiabrasileira.com.br.

[Saiba+]

Programa desenvolvido em projeto de extensão do Laboratório de Estudos em Atenção Primária da Faculdade de Medicina da UFRJ que traz outra perspectiva sobre o Sistema Único de Saúde (SUS), alvo de narrativas enganosas de interesses contrários ao acesso universal e gratuito à saúde pública. Todas as terças, ao meio-dia, com reprise às 17h, na Rádio UFRJ.

[Saiba+]

Troca de ideias com artistas e pensadores que estão na linha de frente da inovação e da experimentação. Uma produção da Rádio UFRJ, no ar às segundas-feiras, às 21h, ou a qualquer momento na sua plataforma preferida.

[Saiba+]

Chá de Fita, psicodelia e música maldita! O programa Chá de Fita traz uma proposta de psicodelia expandida, apresentando músicas inusitadas com o propósito de “abrir a mente” do ouvinte para novas possibilidades estéticas e políticas, sem deixar de trazer, como pano de fundo, questões sociais importantes de nosso tempo, levando em consideração que a música sempre foi uma das formas de se criticar o poder instituído ao longo da história humana – e, em especial, as músicas psicodélicas, que nasceram na década de 1960 e acompanharam as novas demandas levantadas pelo maio de 1968. Músicas diferentes do padrão comercial da indústria fonográfica, canções desconhecidas, lados B e lados Z, bootlegs, gravações “perdidas”, ritmos marginais, artistas excêntricos, canções “cafonas” que a história oficial invisibilizou, música estranha do mundo de qualquer época: tudo isso você ouve no programa Chá de Fita, sempre com bom humor e consciência de classe. Aqui você só escuta o que você só escuta aqui! Chá de Fita, o programa que desprograma!

[Saiba+]